Cadastrem-se em nossos informativos para receber as novidades do site em seu e-mail:
Nome: E-mail:
Assinar Cancelar assinatura
O Sindicalista


O Sindicalista
Quando no ingresso de Mário Lima como funcionário da Petrobrás já existia na Bahia a “Associação Profissional dos Trabalhadores na Indústria de Destilação de Petróleo”, que tinha como presidente Osvaldo Marques de Oliveira e outros destacados companheiros, que apelavam, instigando a Mario Lima: “...você deveria ajudar a fundar o nosso sindicato...” Em abril de 1960 ele trouxe do Rio Janeiro o Diário Oficial da União com a publicação da pretendida Carta Sindical, já assinada pelo então Ministro do Trabalho, Parcival Barroso, do governo Juscelino Kubitschek. Em maio desse mesmo ano realizou-se as primeiras eleições do Sindicato dos Trabalhadores na Industria de Destilação e Refinação de Petróleo do Estado da Bahia - SINDIPETRO, que elegeu Osvaldo Marques para sua presidência e MÁRIO LIMA como secretário. Foi uma alegria geral, e assim constituiu-se o SINDIPETRO, tendo, a posse da primeira diretoria, acontecido 15 dias após.


Logo que empossados, os diretores – contando-se com a destacada atuação de Mario Lima – lançaram a campanha da equiparação salarial em âmbito nacional, sob o mote: “OU EQUIPARA OU AQUI PÁRA”, que exitosa, não somente melhorou os salários dos empregados da PETROBRÁS na Bahia e no Nordeste, como equiparou-os, aos funcionários das mesmas funções do Rio de Janeiro e São Paulo, além de outras vantagens para os trabalhadores e suas famílias, conquistando inclusive assistência médica-hospitalar com nível de excelência, garantida para o resto de suas vidas; este terá sido um exemplo típico do resultado da atuação do líder Mario Lima.






Rua Euler Pereira Cardoso, quadra 285 casa 4 B - Salvador - Bahia | Cep: 41.600-045
Tel: (71)996678997
Desenvolvimento!